POESIA

POESIA 


Quando a realidade tenta me alcançar,
Pulo para a fantasia e começo a poetar.
É covardia?
Não...
É um mero jogo de cintura.

Eis aí toda a irreverência característica do notável poeta, ator, escritor, colunista, acadêmico DALBERTO GOMES.

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SE LIBERTAR DO PASSADO