POEMETOS de Almir de Carvalho Filho

BREVES


Jesus carpinteiro
aplaina minha alma.
              *


Na pauta dos ventos,
as notas mais tristes.
              *


O espelho reclama
da imagem que eu tenho.
              *


A vida é milagre
que o Pai nos concede.
              *


As mãos que se enlaçam
promovem a paz.
              *


Dengosa, a tardinha
desmaia no poente.
              *


Beijinhos da lua
despertam o poeta.
              *


Alegres pombinhos
dão aulas de graça.
              *


No dorso das ondas,
carícias de espuma.
              *


Na calma da noite,
silêncios gotejam.
              *


À ordem de Cristo,
os mares se aquietam.
              *


No afago da brisa, 
o vôo do poeta.
              *


Seus lábios me atiçam
o fogo de outrora.
             *


Sorrisos e beijos
encurtam distâncias.
                    *
Quem pisa nas flores
merece os espinhos.
                    *
No embalo da rede
me abraço às estrelas.


( Do livro "SONHOS & TERNURAS", de Almir de Carvalho Filho)   




VISITE TAMBÉM:
http://divulguefacil.net/?r=almir

http://www.1000000devisitas.com/?id=908
http://www.rederemunerada.com/?user=14717


http://www.contatosremunerados.net/?user=16243
http://www.contatosremunerados.net/?user=16122

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SE LIBERTAR DO PASSADO