POESIA INTERIOR , de Almir de Carvalho Filho

POESIA INTERIOR

Quando me faltou palavra,
O silêncio gritou bem mais alto
Explodindo dentro do meu eu.
Dentro do meu eu! Dentro do meu eu!
Sim, dentro do meu eu. Do meu eu.
Do eu, mas não doeu,
Porque Poesia não dói,
Só arde um pouquinho
Aqui, dentro do peito!...

(Almir de Carvalho Filho)


Postado por Almir de Carvalho Filho
almirdecarvalho@yahoo.com.br


VISITE TAMBÉM:
http://divulguefacil.net/?r=almir

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SE LIBERTAR DO PASSADO